Sat. Jun 15th, 2024

A Prefeitura de Ribeirão Preto (SP) inaugurou, às 13 horas desta terça-feira (15), a reserva da principal parcela da vacinação da Covid para moradores de 50 a 59 anos de maturidade. O atendimento está disponível no site da prefeitura e pelos telefones (16) 3977-9441 e (16) 3977-9442.

Pessoas com deficiência nessa faixa etária podem ser vacinadas em casa. A solicitação pode ser feita no Serviço de Assistência Domiciliar (SAD) pelo telefone (16) 3977-7111 ou diretamente na unidade de saúde mais próxima de sua residência.

Conforme indicado pela Secretaria Municipal de Saúde, as parcelas serão aplicadas nesta quarta-feira (16), a partir das 8h30, em 36 salas de vacinação do município. A quantidade de vacinas enviadas pelo governo do estado não foi informada pela prefeitura.

Na terça-feira, o Departamento de Saúde também abriu o cronograma para a porção primária do anticorpo para especialistas em treinamento com maturidade de 45 anos ou mais. As 900 oportunidades disponibilizadas, em todo o caso, já se esgotaram. O recolhimento será inoculado na quarta-feira, com nove dias de atraso de acordo com cronograma declarado pelo estado.

Grupos de prioridade tardia

Em qualquer caso, dois grupos de carências têm suas imunizações atrasadas comparáveis ​​ao cronograma estadual – indivíduos com incapacidades duradouras de 18 a 59 anos, que não obtêm o procedimento com vantagem (BPC), e especialistas em instrução fundamental amadurecem de 18 a 44 anos.

O convênio para pessoas com deficiência foi aberto na terça-feira.

Conforme indica a programação do governo estadual, os encontros deveriam ter recebido a parcela primária, individualmente, nos dias 10 e 11 de junho, porém até o momento o horário não foi aberto.

O G1 examinou a Prefeitura quanto à coerência com o horário, e a Secretaria Municipal de Saúde enviou um enlace que os orienta para o cadastro dos dados de moradores de 50 a 59 anos. Pouco tempo depois, informou que antecipa a acomodação por parte do governo estadual, que acatou o plano montado.

Procurada, a autoridade pública de SP negou demora e informou que enviou na semana passada 6.700 porções de imunização da Pfizer para vacinar os dois encontros referenciados no artigo.

“Os bairros foram informados sobre o porte das parcelas e cabe às autoridades regionais coordenar, adequar ao bem-estar organizar e aplicar as dosagens à população, seguindo as regras do Plano Estadual de Imunizações (PEI)”, afirmou em uma proclamação.

Além disso, conforme indicado pelo governo estadual, 27.400 dosagens foram enviadas da área para aplicação na população de 50 a 59 anos de idade.

By admin